Social

Ademi-PR doa 1.244 cestas básicas para atendimento de pessoas carentes afetadas pelo coronavírus em Curitiba

O presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi-PR), Leonardo Pissetti, e a diretora de Comunicação e Eventos da entidade, Juliana Thomé da Cunha, entregaram nessa terça-feira (12/5), na sede da Fundação de Ação Social (FAS), 1.244 cestas básicas para atendimento das famílias carentes afetadas pelo coronavírus em Curitiba. As doações foram arrecadadas em campanha solidária realizada pela entidade junto às empresas associadas.

Os alimentos serão repassados a famílias que estão em situação de vulnerabilidade social. A prioridade, segundo o presidente da FAS, Fabiano Vilaruel, é para aquelas que não recebem Bolsa Família, o subsídio alimentar – pago pelo município por meio de crédito nos cartões do programa Armazém da Família -, ou não têm direito ao auxílio emergencial do governo federal.

Segundo Vilaruel, atualmente existem 120 mil famílias que fazem parte do cadastro único de assistência social no município. No Paraná, segundo os últimos dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), são 1,2 milhão de famílias que precisam de ajuda. “Nesse cenário, as parcerias são importantes para atender a quem precisa”, destacou.

O presidente da Ademi-PR, Leonardo Pissetti, explicou que as cestas foram arrecadadas em uma campanha que envolveu 32 empresas filiadas à entidade, colaboradores e familiares. “Nesse momento de pandemia, quando as pessoas estão preocupadas e cuidando de seus próprios negócios, vimos essa mobilização que começou pequena e se transformou em uma grande rede de solidariedade”, disse.

O vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, acompanhou a entrega dos alimentos. “Em nome da cidade e do prefeito Rafael Greca, agradeço essa doação tão importante para o atendimento às famílias. A mobilização foi tão expressiva que a quantidade de cestas arrecadas chegou a superar até mesmo as doações de alguns supermercados”, ressaltou.

Pimentel falou também da importância das empresas e da população fazer doações à FAS, que tem o mapeamento das pessoas que mais precisam da assistência social neste momento de pandemia. “A cidade de Curitiba está solidária”, comentou.

Crédito: Divulgação
Fonte: MEmilia Comunicação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar