Serviços

Maria Brasileira dá dicas de limpeza para evitar a disseminação do coronavírus

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus não para de aumentar. Infelizmente, o número de mortes também. O Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene não somente pessoal, pois agora mais do que nunca é preciso estar em um ambiente limpo e bem higienizado para conter o avanço da pandemia.

Maria Brasileira, maior rede de franquias multisserviços do Brasil, que oferece faxineira, passadeira, jardineiro, cuidador de idoso, babysitter, entre outros, preparou uma série de dicas de limpeza para ajudar a proteger a casa contra a disseminação do vírus. Confira:

  • O álcool gel, além de indicado para higienizar as mãos, também serve para a limpeza de objetos como celulares, teclados, cadeiras, maçanetas, corrimãos, entre outros, que você e outras pessoas possam ter contato;
  • Para a limpeza doméstica, deve-se priorizar o uso de água sanitária diluída para desinfetar superfícies. A proporção é uma medida de água sanitária para nove   medidas de água;
  • Para a higienização de louças e roupas, recomenda-se a utilização de detergentes próprios para cada um dos casos. No caso de haver pessoas infectadas na casa, suas roupas pessoais e de cama devem ser lavadas separadamente. Caso não seja possível lavá-las imediatamente, precisam ser armazenadas em sacos plásticos;
  • Os panos de microfibra, muito utilizados em limpeza, não são uma boa opção nessa época de coronavírus. Por serem reutilizáveis, os micróbios alojam-se no pano e acabam se espalhando na próxima superfície que limpar. O ideal, nesse momento, é utilizar toalhas de papel, que são descartáveis e evitam contaminações;
  • As zonas da casa com mais umidade, como a banheiro, têm de ser bem limpas com um bom desinfetante. Só assim consegue evitar o surgimento de fungos e mofo que podem causar vários problemas respiratórios, uma das principais consequências do coronavírus;
  • A limpeza de todos os cômodos dificulta a transmissão do COVID-19. Pisos precisam ser higienizados pelo menos duas vezes ao dia, com água sanitária. Também é recomendável passar álcool 70% por todas as superfícies, diariamente;
  • Garanta que os ambientes estejam bem arejados, deixando portas e janelas abertas. Isso dificulta a proliferação do vírus;
  • E o mais importante conselho, especialmente dado pelas autoridades de saúde: uma limpeza eficaz tanto das mãos, quanto das superfícies onde regularmente se mantém contato, é a forma mais eficaz de conter a propagação do vírus.

Crédito: Divulgação
Fonte:  Oliver Press

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar