Notícias

Gentileza urbana: Vanguard instala horta para moradores do Água Verde

Em breve, a marca lançará seu primeiro empreendimento na região, mas antes disso, já está fazendo a diferença no dia a dia dos moradores do bairro

Já imaginou se todas as construções da cidade se tornassem espaços de interação e convivência com a vizinhança? Esta é uma das iniciativas que a construtora Vanguard implantou em Curitiba, enquanto ainda prepara seu primeiro lançamento na região do Água Verde, previsto para o início de 2022. O nome e outros detalhes do empreendimento ainda são uma surpresa, mas o terreno já está sendo ocupado por uma horta com temperos e chás à disposição dos moradores.

“A ideia veio do conceito de gentileza urbana, que são iniciativas que trazem melhor qualidade de vida para as cidades e seus habitantes. No nosso caso, praticamos a gentileza urbana em formato gastronômico e interativo, com uma horta disponível para todos! A iniciativa tem gerado curiosidade, olhares e envolvimento com a equipe que trabalha no local”, explica Marcos Tozzi, supervisor de marketing da marca.

Durante a escolha das mudas foram privilegiados temperos, chás e plantas pequenas para trazer mais sabor e saúde ao dia a dia dos vizinhos, além de proporcionar um vínculo afetivo com o futuro empreendimento.

Para ajudar na implantação e manutenção da horta, a Vanguard convidou uma grande parceira, a Dona Mayra Coelho, da O Jardim Paisagismo. “Escolhi os temperos levando em conta os mais usuais na culinária local, como alecrim, manjericão, tomilho e coentro, e aproveitei para plantar um pé de Jambu, muito apreciado na região Norte e que aos poucos tem conquistado o paladar dos curitibanos. Para os chás, coloquei plantas que as avós ainda não esqueceram e fiz questão de algumas que estão quase em extinção, como cânfora, malva e atanásia. Esse ponto fora da curva – ervas e temperos diferentes – foi proposital, para causar estranheza, que gera conversa e novas amizades”, explica.

Dona Mayra também comenta que o local chama a atenção de todos que passam, independente de gênero ou idade, e que vários moradores já firmaram o compromisso de ajudar a manter os cuidados do local. “São sinais de pertencimento. A horta incorporada na paisagem passa a ser de todos, amigável e receptiva às visitas. Numa ocasião, uma moradora dali confessou que nunca tinha usado coentro, dei a ela um ramo para experimentar, sentiu como se tivesse ganho algo muito especial”, finaliza.

Quem desejar conhecer a horta e aproveitar para colher temperos e chás, basta se dirigir à Rua Guararapes, nº 1695, esquina com a Rua Sebastião Paraná e aproveitar.

Crédito: Divulgação

Fonte: Flávia Proença – Assessora de Comunicação

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar