Notícias

DA EUROPA EXCLUSIVAMENTE PARA CURITIBA

Construtora San Remo reveste seu empreendimento Queen Victoria com tijolos ingleses exportados pela fornecedora líder Wienerberger.

 

     Após exportar para o Oriente Médio e Ásia, a fornecedora líder do Reino Unido, Wienerberger, desembarcou no Brasil, diretamente para Curitiba (PR). Os tijolos ingleses revestem, com exclusividade, a fachada do imponente residencial Queen Victoria, da Construtora San Remo, que será entregue nos próximos meses. Foram mais de 20 contêineres do revestimento, em um total de 280.000 peças, que traz uma atmosfera britânica com toques de tradição e modernidade, conceito do projeto do residencial de luxo.

     Fundada em 1.819, a Wienerberger apresenta aos seus clientes inovações em paredes, telhados e paisagismo com centenas de cores, texturas, estilos e formas. Exportadas exclusivamente para a San Remo, este é o primeiro projeto no Brasil, com os tijolos fabricados na Europa. “Procuramos esses tijolos aqui no Brasil e também na Argentina, mas não encontramos nenhum fabricante capaz de fazer os autênticos tijolos ingleses. A melhor alternativa foi mesmo buscá-los na Europa”, diz o diretor da San Remo e engenheiro civil, João Carlos Perussolo.

     Segundo a empresa Wienerberger, por milhares de anos, os elementos fogo, água, ar e terra foram usados para produzir um material de construção de incomparável utilidade e atratividade. O tijolo de barro, como um material de construção natural e sustentável, é versátil e durável com excelente desempenho de ciclo de vida.

     Os produtos exportados ajudam a reduzir o impacto ambiental dos empreendimentos. Os materiais de construção em argila, com sua alta massa térmica, reduzem a demanda de energia para aquecimento e resfriamento. Com fórmula guardada a sete chaves, o material é resistente a inundações, pragas, crescimento de vegetação e protegem contra flutuações de temperatura externa.

     ”Os tijolos maciços possuem características físico-químicas totalmente diferentes dos oferecidos no Brasil para utilização em alvenarias aparente. A massa do tijolo inglês é muito mais densa, superando o peso do nacional em até 50%. Sua tonalidade avermelhada com nuanças de preto não seria possível ser reproduzida com o barro nacional,” conta Perussolo.

Sobre o Queen Victoria – Localizado em um terreno de 5.538 m², o residencial de luxo conta com 24 pavimentos, sendo 22 apartamentos tipo, com 525 m² de área privativa e 912 m² de área total; um garden com 525 m2 de área privativa coberta, 233 m2 de área privativa descoberta e 1 cobertura duplex, com 821 m2 de área privativa e 1.566 m² de área total. O empreendimento, de torre única, tem projeto arquitetônico assinado pela Baggio Schiavon Arquitetura.

Crédito: Divulgação / Marcelo Stammer

Fonte: MCOMM Comunicação Dirigida

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar