Notícias

Alvará eletrônico é tema de live do Secovi-PR

Antecipação da taxa de análise de projetos é uma das maiores preocupações do setor; processo como um todo não teve alteração de valores

 

O Secovi-PR realizou uma live para sanar dúvidas sobre o processo eletrônico para concessão de alvarás, recém implementado pela Prefeitura Municipal de Curitiba. O evento, que ocorreu na noite de quarta-feira (22), contou com a participação especial da diretora do Departamento de Controle de Edificações, da Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU), Luciane de Pauli, e foi conduzido pela vice-presidente de Desenvolvimento Urbano do Secovi-PR, Raquel Dombroski, e também pelo engenheiro Civil, Felipe Daher.

Durante o encontro, Luciane de Pauli falou sobre os desafios que a pandemia tem trazido a todos os setores da sociedade, principalmente sobre as limitações e até os benefícios ocasionadas pelo home office. Ela relatou a trajetória e o processo de pesquisa que vinha sendo realizado, antes da pandemia, para a formatação do alvará eletrônico. “A pandemia nos ajudou a adiantar a implantação desse sistema do qual todas as etapas para a emissão são realmente eletrônicas, não havendo necessidade do solicitante ir pessoalmente à prefeitura nem uma vez se quer”, destacou.

Antecipação de taxa
A virtualização do processo trouxe diversas mudanças, uma delas trata-se da antecipação da taxa de análise dos projetos, que até então era cobrada ao final do processo e passa a ser uma etapa inicial. Segundo Luciane, Curitiba era um dos únicos municípios que realizava essa cobrança ao final do processo, citou algumas prefeituras e ainda diferentes serviços públicos que funcionam desta forma e salientou que os valores não sofreram nenhuma alteração.

Após a convidada responder algumas perguntas dos participantes, a Raquel Dombroski repassou uma solicitação do setor: que o Departamento de Controle de Edificações, especialmente nesse momento de pandemia, oferecesse um plantão técnico virtual. O pedido é, principalmente, por conta da necessidade que o processo esteja completo e correto antes de ser efetuado o pagamento da taxa inicial de análise.

Representação virtual
“Temos uma série de encontros virtuais programados para auxiliar e diminuir as dúvidas dos nossos associados”, destacou Raquel Dombroski. Segundo ela, a próxima já ocorrerá na próxima quarta-feira (29), com a participação do diretor do Departamento de Cadastro Técnico, da SMU, Rodrigo Tadeu Baranczuk, que vai falar sobre os novos serviços eletrônicos de Parcelamento de Solo. Os vídeos de todos os encontros realizados pela vice-presidência Desenvolvimento Urbano estão sendo disponibilizados no canal do Secovi-PR, no Youtube.

Sobre o Secovi-PR
O Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi-PR) foi fundado em 1983 para representar as empresas de compra, venda, locação, administração, incorporação e loteamentos de imóveis, e dos edifícios em condomínios residenciais e comerciais em todo o Estado do Paraná. Tem como principal objetivo a colaboração com os poderes públicos municipais, estaduais, federais e as demais associações, a fim de orientar, informar, esclarecer e promover cursos para funcionários (condomínios e empresa do mercado imobiliário), gerentes, empresários, síndicos e condôminos.

Crédito: Divulgação
Fonte: V3 Com.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar