Indústria Imobiliária

RH e pandemia- como um setor modifica toda uma empresa

Com a chegada da pandemia área de Recursos Humanos precisou se inteirar dos fatos rapidamente

 

A chegada da pandemia do novo coronavirus, exigiu ações rápidas de todos os setores da economia, da saúde e do empresariado. Ações que antes eram tidas como esporádicas viraram rotina com as novas adaptações exigidas para o momento.

Entrevistas online que antes eram apenas para resolver o problema de distância física, hoje tornaram-se o principal meio de contratações, o que virou um desafio para empresas que faziam essas ações de forma presencial.

Segundo levantamento do jornal Valor Econômico, o crescimento de recrutamento de forma 100% online, cresceu entre 25% e 165%, nos últimos meses.  Mesmo no período da pandemia, as contratações da Construtora e Incorporadora Pride, não pararam.

Foram recrutados de forma 100% remota, 36 novos colaboradores, em 10 áreas de atuação. Todo o processo de envio de currículos já acontecia por meio de plataformas digitais, mas a continuidade do processo seguia de forma presencial e precisou ser remodelada de forma rápida pela corporação.

O crescimento nessa modalidade, foi de 100 %. Grande parte dessa mão de obra, não conhece o prédio da empresa, já que iniciaram suas atividades de forma remota, bem como realizaram treinamentos e conheceram seus colegas de trabalho.

Toda essa movimentação nos levou a pensar que mais do que nunca, essa é uma atividade que veio para ficar. Além de proporcionar a redução de custos, encurtar distâncias e oferecer vantagens para o empregador e para o candidato à vaga.

A chegada desse momento adverso no Brasil, transformou o RH das empresas ainda mais em multitarefas apresentando-nos novos desafios e a busca incessante por resolve-los. Além das contratações de forma online, outro grande desafio do mundo do RH é manter o bem-estar emocional e mental dos funcionários que estão em home office.

É preciso transmitir segurança e analisar desde o macro como o micro detalhe para que os colaboradores consigam se manter produtivos, apresentar resultados esperados e principalmente, compartilhar com seus gestores os desafios enfrentados no home office.

Na Pride, realizamos uma pesquisa interna para avaliarmos as principais necessidades que deveríamos nos ater, além de mantermos um contato direto com os colaboradores por meio de plataformas. São enviados semanalmente cards com dicas, vídeos explicativos e outras formas para mostrarmos que estamos unidos nesse momento adverso.

Decidimos também que mesmo em casa, todos deveriam contar com conforto para exercerem suas funções. Para aqueles que se sentiram à vontade, enviamos suas cadeiras ergonômicas utilizadas no escritório para suas residências, distribuímos máscaras e focamos nossas energias para cuidar da saúde mental de cada um.

Optamos por disponibilizar a todos os mais de 150 colaboradores, um app de saúde mental, além de termos uma parceria com algumas psicólogas que prestam atendimentos a quem precisar de forma remota.

Comemoramos os aniversários enviando um bolo para cada funcionário, visto que as comemorações aconteciam de forma presencial na empresa e precisavam continuar mesmo no período de distanciamento, afinal, os momentos de celebração também precisam ser lembrados.

Fato é, que esses novos desafios, transformaram os profissionais de RH e, mais uma vez, nos tiraram de uma zona conhecida e rapidamente nos adaptamos e passamos a aportar conhecimento e inovação.

A automatização dos processos, sem nenhuma dúvida, deixou de ser uma tendência para virar realidade e nós, do RH somos a linha de frente para conduzirmos essa transformação.

Rogério Baduy
Diretor de Gestão de Pessoas

Crédito: Divulgação
Fonte: Excom

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar