Indústria Imobiliária

O PINAH, novo projeto da Laguna, busca trazer o exterior para dentro de casa

Edifício terá certificação inédita e bosque com araucárias preservadas

 

O PINAH – mais novo projeto da Construtora Laguna – deve marcar a arquitetura da cidade com um projeto de residências suspensas que integram as áreas interna e externa.  São 32 unidades, com duas a quatro suítes – e áreas de 169m² a 447m² – distribuídas em 10 pavimentos, além de três subsolos.  Inspirado em Curitiba e com integração entre natureza e a cidade, o PINAH fica em um dos endereços mais charmosos e nobres da capital, a Alameda Presidente Taunay.

O empreendimento traz cômodos mais espaçosos, sobretudo os de maior permanência, onde o objetivo é oferecer o máximo de conforto nos espaços que as pessoas mais usam em seu dia a dia. Assim, a suíte máster e a sala inteira integrada – gourmet, jantar e estar – ganharam maior atenção. As residências terão:

  • Elevador social privativo por residência;
  • Pé-direito livre de 2,80m em toda a área social, circulação e quartos;
  • Esquadrias com performance térmico-acústica, no modelo minimalista;
  • Piso aquecido em todo o apartamento, com termostato digital;
  • Sistema de automação de iluminação, persianas, cortinas e ar condicionado, com infraestrutura para futura integração do piso aquecido e áudio e vídeo;
  • Sistema de renovação de ar na área social e dormitórios, garantindo a qualidade do ar;
  • Persianas blackout motorizadas;
  • Aquecimento de água central com recirculação de água quente;
  • 3 ou 4 vagas de garagem.

A área social, o coração da casa, integra o espaço gourmet com a sala de jantar e estar. O ambiente é inteiro circundado por sacadas, balcões e varandas que, aliadas com a ampla área de vidro e as aberturas das portas-janelas, trazem luz natural e aumentam ainda mais o espaço. As floreiras nas sacadas dão aquele toque especial, trazendo a natureza para dentro das residências.

Para o arquiteto Flavio Schiavon, sócio do escritório Baggio & Schiavon e responsável por assinar o projeto arquitetônico do PINAH, o terreno elevado deu uma grande vantagem para o empreendimento, pois permitiu que os apartamentos tenham uma altura descolada do nível da rua. São quase quatro metros acima, o que vai garantir maior privacidade aos moradores. “Na arquitetura, buscamos integrar os espaços fechados aos espaços abertos com a utilização de muito vidro, varandas e implantação de áreas verdes. Não só do bosque, mas nas sacadas e terraços”, conta o arquiteto.

Certificação WELL

O estudo “National Human Activity Pattern Survey”, realizado pela Berkeley Lab Energy, instituição americana que pesquisa e desenvolve tecnologias de energia e redução de impactos ambientais, apontou que passamos, em média, 90% do tempo de nossas vidas em ambientes construídos. Enquanto a análise científica e a conscientização da saúde mental humana aumentam, arquitetos, engenheiros e designers passaram a olhar a importância de colocar as pessoas no centro do processo de cada projeto. Esta tendência fez surgir o WELL Building Certification – considerado o primeiro certificado do mundo focado exclusivamente na saúde e no bem-estar humano. Oferecida pelo International Well Building Institute (IWBI), a certificação foi lançada após sete anos de análise. Seu desenvolvimento passou por pontos importantes, como evidências de estudos promovidos por entidades médicas, científicas e da área de engenharia. Elas confirmam que o ambiente com características adequadas e saudáveis contribuiu de forma plena para o conforto, aumento de produtividade, melhora da satisfação e até a felicidade dos ocupantes. Um espaço com este certificado, portanto, pode melhorar a alimentação, humor, padrões de sono e desempenho dos seus ocupantes.

Com um forte conceito de qualidade de vida, saúde e bem-estar, o PINAH é o primeiro residencial do país em processo de certificação WELL e vai oferecer:

  • Monitoramento da qualidade do ar nas áreas comuns, com renovação do ar acionada automaticamente sempre que o índice de qualidade estiver abaixo do ideal;
  • Sistema de renovação de ar nos dormitórios e áreas sociais das residências, garantindo a máxima qualidade do ar interno;
  • Amplo uso da luz natural;
  • Água filtrada na cozinha das residências e bebedouros nas áreas comuns;
  • Banheiro Família;
  • Promoção de saúde nutricional através da horta e pomar;
  • Espaços restauradores como deck corpo e mente, piscinas cobertas e aquecidas e sala de massagem;
  • Quase 1/3 da área do terreno será composta pelo bosque com araucárias preservadas e outras 84 árvores nativas que serão plantadas.

Além do selo WELL, o PINAH contará com a certificação GBC Ouro, que reconhece residências mais eficientes e confortáveis. “O PINAH é um exemplo do alinhamento entre o desenvolvimento econômico com diminuição dos impactos socioambientais negativos, redução do uso de recursos naturais e melhoria da qualidade de vida e bem-estar das pessoas”, atesta Felipe Faria, diretor executivo do GBC Brasil.

Crédito: Divulgação
Fonte: Renova Media

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar