Indústria Imobiliária

Laguna lança BIOOS e apresenta um novo olhar para a saúde e bem-estar

O empreendimento, inédito no Brasil, traz uma série de serviços e comodidades no Alto da Glória

 

Eles movimentam um mercado de R$1,6 trilhão por ano no Brasil, de acordo com dados do Instituto Locomotiva. São ativos, saudáveis, independentes, têm sonhos, planos e vivem bem. Quem são? Os consumidores com idade superior a 60 anos, a “geração do futuro”, segundo o Tsunami+60, estudo que une dados sobre o mercado prateado internacional e as tendências de inovações do setor com pesquisa quanti e qualitativa do brasileiro com mais de 60 anos. Uma projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o número de idosos deve superar crianças e jovens de até 14 anos em 2031. Já em 2050, o Brasil deve ser o sexto país do mundo com mais longevos. Essa faixa etária deve representar 20% do consumo nacional.

As consequências do envelhecimento populacional também repercutem na construção civil. Isso porque há muitas características para levar em consideração em imóveis capazes de oferecer segurança, autonomia e bem-estar para este público, que anseia por projetos mais humanos e acessíveis.

No que diz respeito à comunidade médica e hospitalar, de acordo com a ONMAPS 2020, mais de R$363 milhões foram gastos com saúde na região do empreendimento (raio de 2km), o que significa 65% do consumo total em Curitiba. Outros dados reforçam a necessidade de um empreendimento como o BIOOS: mais de R$34 milhões são gastos com serviços de cirurgia, tratamento médico e ambulatorial, consultas e exames e R$19 milhões gastos com consultas e exames na região do empreendimento. “Verificamos que havia uma oferta abaixo das necessidades da região e trouxemos a proposta de uma rede interconectada de profissionais de diferentes especialidades, o que garante maior comodidade aos pacientes e facilidade para o corpo clínico que poderá trabalhar de maneira colaborativa”, conta Gabriel Raad, diretor geral da Laguna.

De olho nesta demanda, do público 60+ e do setor da saúde, a construtora Laguna lança, em Curitiba, o BIOOS, empreendimento que terá, em um único terreno, duas torres que se complementam: torre BIOOS Home e torre BIOOS Health, para oferecer qualidade de vida e saúde numa localização privilegiada, entre três das principais ruas do Alto da Glória: Avenida João Gualberto, Rua Augusto Severo e Rua Nicolau Maeder.

Para oferecer um projeto com essa envergadura, a Laguna reuniu uma equipe multidisciplinar de referência para fazer do BIOOS um empreendimento inédito. “O BIOOS é um dos melhores projetos que a nossa equipe teve a oportunidade de desenvolver, caracterizado pela integração entre as necessidades do trabalho e moradia”, avalia Ricardo Amaral, que assina o projeto arquitetônico.

Interligando as duas torres, o BIOOS terá um Mall, que corresponde ao pavimento térreo e, portanto, com ampla circulação de pessoas e facilidade de acesso. A proposta é proporcionar para quem mora, trabalha e frequenta o empreendimento a comodidade de ter, em um único lugar, todo o necessário para se viver bem, com comércios e serviços de alto padrão de qualidade, incluindo a primeira unidade da Família Farinha – padaria mais premiada da cidade – fora da sua unidade matriz. Além dos ambientes comerciais, o Mall traz também áreas comuns que estimulam a convivência no espaço. Todos os detalhes arquitetônicos foram pensados para conectar o empreendimento com o bairro e potencializar a sensação de bem-estar.

Mall

Lojas de serviços e conveniência

9 lojas | 111m² a 261m²

 

BIOOS Home

O BIOOS Home foi pensado para o público 60+, com residências planejadas e preparadas para atender às necessidades dos moradores. “A proposta é que o espaço se adapte ao morador, e não o contrário. Entendemos que cada ciclo deve ser bem vivido com conforto e segurança”, conta Flavia Ranieri, arquiteta que assina o projeto de interiores do BIOOS Home. Além, disso, o empreendimento terá uma série de espaços para vivência em comunidade e diferenciais, como:  atendimento básico de saúde, serviços pay per use de lazer, cuidado, bem-estar, saúde e conveniência: atendimento a domicílio, cuidador, organização, limpeza, reparo e manutenção das residências, e uma rotina de atividades de lazer e bem-estar de acordo com o perfil dos moradores. Os serviços serão prestados por empresas especializadas e de referência em seus segmentos. “Levamos em consideração a segurança física e emocional, com uma arquitetura amigável capaz de oferecer a máxima independência e autonomia do usuário”, completa Flavia. Para ela, ainda há preconceitos e estereótipos embutidos em decisões de projetos comerciais e residenciais a todo momento. “A resolução começa pela compreensão de que o público maduro é diverso e complexo. Nem todos os longevos são iguais. Nem todas as soluções servem para todos. É necessário, acima de tudo, entender que as pessoas envelhecem de formas diferentes”, conclui a arquiteta. “Não há nada parecido no Brasil, onde o empreendimento está estruturado e focado em atender a nova geração de idosos, com unidades residenciais completas, independentes, em região nobre e central da cidade”, completa André Marin, diretor de incorporação da Laguna.

Entre os diferenciais dos apartamentos estão:

  1. Tomada inteligente para fogão elétrico (com desligamento automático)
  2. Botão de S.O.S nos apartamentos
  3. Sensor de fumaça na cozinha
  4. Porta de entrada com 1,10m de largura
  5. Interfone com sistema de vídeo
  6. Fechadura eletrônica na entrada do apartamento
  7. Banheiro acessível
  8. Piso aquecido no dormitório e banheiro.

As áreas comuns do BIOOS HOME possuem Sala do Piano, Sala de Massagem, Sala de Leitura, Petplace, Praça da Lareira, piscina, horta, Atelier, Espaço Gourmet, entre outras áreas que estimulam o convívio. Os detalhes pensados para as áreas comuns demonstra a atenção para o público 60+: contraste de cores para melhor visualização; iluminação adequada e indicativa; área de descanso no hall dos elevadores dos subsolos; mobiliário adequado na área comum (sem cantos vivos, com braços nas cadeiras etc); banheiros em todos os pavimentos; e corrimão nos corredores e área comum.

“Nosso grande objetivo é oferecer um complexo cheio de vida, com várias opções de ambientes que podem ser usados para trabalhar, conviver, descansar, relaxar e cuidar da saúde. Acessibilidade e senso de comunidade são os dois aspectos primordiais para um sênior living, diretamente relacionados ao conceito de aging in place, onde o ambiente oferece segurança e independência aos moradores, respeitando suas limitações”, afirma Gabriel Raad.

Torre residencial

108 unidades | 42m² a 83m²

21 pavimentos

Com 3 subsolos

Garagem

113 vagas dentre elas vaga para ambulância

 

BIOOS Health

Planejada para a correta adequação às exigências da ANVISA, a torre BIOOS HEALTH será destinada principalmente a área da saúde, com consultórios médicos, além de duas lajes preparadas para receber um Centro de Diagnóstico por Imagem e um Hospital-dia, com estrutura para realização de procedimentos de baixa complexidade, entre clínicos, cirúrgicos e terapêuticos. “O fato de estar dentro das normas da Anvisa evita gastos com adaptações e reformas. Esse empreendimento foi todo idealizado por profissionais da saúde para profissionais da saúde”, completa Raad.

Nesta torre também haverá oferta de offices para receber qualquer outra modalidade de serviço.

Na área de convivência haverá um espaço de café/descompressão, terraço e espaço gourmet para 30 pessoas, praça elevada, salas de reunião e auditório flexível para até 60 pessoas. No rooftop estarão a academia, Spa Tereza Zanchi, mirante e espaço wellness.

Consultórios e Offices

25 pavimentos com 4 subsolos

289 Unidades | 19m² a 56m²

Possibilidade de junção de até 619m² (Consultórios) e até 508m² (Offices)

 

Diferenciais dos consultórios:

  1. Corredores com 2,20m de largura
  2. Ponto adicional de água nas unidades
  3. Porta de entrada com 1,10m de largura
  4. Elevador com capacidade para maca
  5. Área para descarte de lixo hospitalar nos andares
  6. Banheiros e vestiário para pacientes e funcionários
  7. 1 vaga de garagem por unidade
  8. Sala de espera em todos os andares
  9. Hall com iluminação natural
  10. Elevadores com antecipação de chamada

 

Clinic

  •   Espaço com disponibilidade para receber um hospital dia e um centro de diagnóstico por imagem.
  •   2 unidades | 1.261m² a 1.323m²
  •   Possibilidade de junção de até 2.584m²
  •   Hall de entrada exclusivo com pé direito duplo;
  •   Elevador social com capacidade para maca;
  •   Pé direito de 3,60m (piso a piso);
  •   Espaço técnico exclusivo para geradores, climatização e demais equipamentos;
  •   Pátio técnico no térreo para equipamentos;

Garagem

286 vagas dentre elas vaga para ambulância, vaga para embarque e desembarque de passageiros, vaga para carga e descarga e vagas para carros elétricos

 

Certificação GBC, LEED e WELL

O BIOOS também inaugura um novo patamar de eficiência, conforto, bem-estar e sustentabilidade para o mercado imobiliário, pois será o primeiro edifício no Brasil a receber as três certificações: WELL, GBC e LEED.

A certificação GBC CONDOMÍNIO, presente no BIOOS Home, avalia as fases do projeto e obra, reconhecendo residências mais eficientes e confortáveis. Reduzem os custos operacionais e o envio de resíduos para aterros sanitários, aumentam o valor patrimonial, buscam eficiência energética e o uso consciente da água, criam espaços mais saudáveis e produtivos. Dessa forma, os resultados são positivos para os moradores, sociedade e meio ambiente. Já o LEED garante a qualidade dos empreendimentos, incentivando boas práticas que preservem a saúde humana e o meio ambiente.

O WELL Building Certification – considerado o primeiro certificado do mundo focado exclusivamente na saúde e no bem-estar humano é chancelado pelo International Well Building Institute (IWBI). Seu desenvolvimento passou por pontos importantes, como evidências de estudos promovidos por entidades médicas, científicas e da área de engenharia. Elas confirmam que o ambiente com características adequadas e saudáveis contribuiu de forma plena para o conforto, aumento de produtividade, melhora da satisfação e até a felicidade dos ocupantes. Um espaço com este certificado, portanto, pode melhorar a alimentação, humor, padrões de sono e desempenho dos seus ocupantes. Na prática, a certificação WELL se aplica para garantir que os projetos promovam o bem-estar de seus ocupantes e os protejam de riscos ambientais, como temperaturas extremas, ruído, poluição do ar e da água e até ondas eletromagnéticas. Destaque, por exemplo, para a filtragem do ar. “Um ar mais limpo é uma prioridade crescente, seja para proteger os residentes da poluição das cidades, de alérgenos naturais como o pólen ou dos vapores liberados pelos próprios edifícios. Os modernos sistemas de ventilação podem mudar o ar dentro de uma casa até 12 vezes por dia, enquanto extraem partículas cada vez mais finas”, completa Marin.

Ficha Técnica

  • Arquitetura: Ricardo Amaral
  • Interiores: Jayme Bernardo / MYS Senior Design – Flavia Ranieri
  • Paisagismo: Benedito Abbud
  • Luminotécnico: Gilberto Franco | Franco Berriel Lighting Design
  • Consultoria de conforto, energia e bem-estar: Petinelli – Guido Petinelli
  •   Consultoria Promedical: Renato Castello Branco
  •   Consultoria BIOENG: Norton Mello
  •   Serviços de Saúde: ATS Hospitalar
  •   Serviços e gestão de espaços, estruturas e lazer: STM Empreendimentos

 

 Crédito: Divulgação / Renova Media

Fonte: Renova Media

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar