Indústria Imobiliária

Construtoras e incorporadoras intensificam o atendimento online, em tempos de coronavírus

O coronavírus (Covid-19) mudou, pelo menos temporariamente, o regime de trabalho nas empresas brasileiras: muitos profissionais foram designados para o home office e o contato pessoal foi substituído pelo atendimento online.

No mercado imobiliário não é diferente: num período de isolamento domiciliar, em que as pessoas passam todo o seu tempo dentro de casa, construtoras e incorporadoras intensificaram o uso das plataformas digitais para se manterem em contato com os clientes.

A Terrasse Engenharia, que têm próximo de 20 edifícios residenciais e comerciais para venda em Curitiba, oferece ao comprador a possibilidade de tour virtual 3D e 4K dos apartamentos decorados de seus principais empreendimentos: o Terrasse Montrésor (pronto para morar) e o Terrasse Idée (em construção), no Juvevê e o Terrasse Créatif, empreendimento com uma torre comercial e um residencial no Vila Izabel, divisa com o Água Verde.

“Acessando os links, o cliente pode visitar o apartamento decorado virtualmente, sem precisar sair de casa, e ter a noção real da disposição e do tamanho dos cômodos, da melhor forma de aproveitamento dos espaços e de cada detalhe da decoração”, comenta o diretor da Terrasse Engenharia, Jefferson Gomes da Cunha. A incorporadora dispõe ainda de outras ferramentas de atendimento virtual, como WhastApp, e-mail, formulário de contato e chat no site e nas mídias sociais, além das fotos, vídeos e plantas no site.

As mídias sociais, incluindo o Youtube, são usadas pela Swell Construções para a apresentação de seus imóveis em Curitiba: o Upside View, edifício pronto para morar no Mercês, e o Riserva 35, em construção no Alto da XV, em Curitiba. A incorporadora utiliza vídeos para apresentar os detalhes de seus empreendimentos prontos e o acompanhamento da obra de seus imóveis em construção, alguns com depoimentos de seus diretores, fornecedores, parceiros e até mesmo clientes.

“Conseguimos criar um portfólio virtual de nossos projetos, oferecendo diversas informações sobre o imóvel de interesse ao cliente. Ele também pode agendar visita individual ao nosso decorado e plantões de vendas por meio de contato eletrônico ou WhatsApp. Ainda, estamos usando as mídias sociais para cadastro de clientes interessados em nosso futuro lançamento, próximo à Praça do Japão, por meio da captação de leads”, conta o diretor de incorporações da Swell Construções, Leonardo Pissetti.

A empresa também disponibiliza chat e formulário de contato no site para contato com a equipe de vendas. “Dessa forma, conseguimos manter o atendimento ao cliente, mesmo sem ele sair de casa”, ressalta Pissetti.

A intensificação do uso de plataformas digitais no mercado imobiliário não é recente. Dados do Google revelam que 60% de todas as jornadas de aquisição imobiliária se iniciam na internet. Estudo da Deloitte, em parceria com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), realizada com os compradores baby boomers e das gerações X, Y (ou milennials), Z e Alpha, ou seja, com os nascidos a partir de 1946, mostra que a escolha da região e do imóvel é a etapa que os compradores mais se sentem à vontade para fazer online.

Crédito: Marcelo Stammer
Fonte: MEmilia Comunicação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar