Dicas

Anywhere office: conceito amplificado com a pandemia traz desafios para gestores e colaboradores

Como gerenciar tempo e equipe trabalhando em diferentes locais e até cidades do mundo

 

O home office é uma tendência mundial que foi intensificada com a pandemia da COVID-19. Cerca de 46% das empresas brasileiras aderiram ao trabalho remoto durante 2020, segundo a pesquisa de Gestão de Pessoas da Fundação Instituto de Administração (FIA). Mas essa tendência foi intensificada: visto que as empresas entenderam que é possível realizar (e bem) um trabalho remoto, a tendência é a adoção do Anywhere Office, ou, no português, escritório em qualquer lugar.

 

“Empresas viram suas barreiras quebradas com esse conceito, podendo contratar colaboradores de todos os lugares do mundo, o que antes era inacessível. E os colaboradores se viram tendo a possibilidade de trabalhar de qualquer localidade, uma vez que se tenha um bom sinal de internet”, explica o especialista em gestão e CEO da Iwankio Consulting, Alexandre Iwankio.

 

Com essa tendência, surge também outra, chamada Remote First, ou seja, empresas em que o trabalho remoto é a primeira opção para o funcionário, e não o contrário, como nas corporações tradicionais. Mas o trabalho remoto, em qualquer lugar, seja em empresas Remote First ou tradicionais, trazem um grande desafio de gestão e também para os colaboradores. “Para os chefes: preciso quebrar paradigmas! Parar de achar que vai controlar a rotina da equipe. Passamos a cobrar qualidade de serviço e não mais a quantidade de horas trabalhadas. Para o trabalhador: disciplina, responsabilidade e foco na qualidade do que se entrega”, aconselha Iwankio.

 

O especialista dá dicas de boas práticas para gestores e colaboradores adeptos ao anywhere office.

 

Para gestores:

 

1- Não cobre horários fixos. “Até porque, se você for ter colaboradores em outros locais do mundo, existe fuso horário. Ao invés disso, trabalhe por demanda”, diz;

2- Reuniões semanais. “Faça reuniões uma vez por semana de follow up, para acompanhar as demandas, cobrar o que se foi proposto, elogiar o desempenho de sua equipe e traçar os próximos passos”;

3- Promova um senso de pertencimento. “Quando o colaborador se sente parte dos bons resultados da empresa e é valorizado, ele vai dar tudo de si para ter alta performance. Para isso, o líder precisa promover o senso de pertencimento dessa equipe, ouvindo ideias das pessoas e propiciando um ambiente legal”, explica;

4- Software de gestão. “Hoje temos ótimos softwares de gestão de demandas. É uma boa alternativa para acompanhar, mesmo de longe, o trabalho da equipe”;

5- Não seja controlador. “Pare de querer controlar os horários do seu colaborador ou os passos dele, ligando toda hora, mandando mensagem a todo instante. Isso só desmotiva e demonstra insegurança”, sugere;

6- Foco na qualidade do resultado. “Ao invés de se preocupar se A ou B trabalhou 10 horas por dia, preocupe-se com a qualidade do serviço que lhe foi proposto. A carga horária passa a ser secundário no anywhere office”, diz.

 

Para o colaborador:

 

1- Vista-se como se fosse sair de casa. “Levante, tome um bom banho, café e troque de roupa. Isso dá ânimo para trabalhar”, aconselha;

2- Tenha disciplina. “Faça o que tem que ser feito antes, para depois usufruir momentos de lazer e se dedicar a outras atividades, como leitura, passear com o cachorro, atividades domésticas”;

3- Seja organizado. “Entenda os melhores horários de produtividade e organize-se para cumprir suas demandas dentro desse período. Além disso, anote o que deve ser feito e o que já foi realizado, para não se perder”, indica Iwankio;

4- Comunique-se com sua equipe e gestor. “Mande uma mensagem, ligue ou provoque uma reunião. Isso mostra interesse. Você faz parte dos bons resultados da empresa, então, esteja junto com seu time”;

5- Troque de cenários. “Que tal amanhã trabalhar num café diferente da cidade ou levar sua mesa do escritório para a varanda, por exemplo? Tudo isso dá uma oxigenada nas ideias e pode melhorar a criatividade e produtividade”, diz.

 

Crédito: Divulgação

Fonte: Trio Comunicação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar