Ambientes que impulsionam a criatividade e o brincar livre vêm ganhando ainda mais adesão em tempos de distanciamento

Nesta pandemia, o brincar foi para dentro de casa e os pais e mães tiveram que se reinventar para garantir aos filhos esta importante atividade. Mais do que o entretenimento, o brincar na infância é fundamental para o desenvolvimento das crianças. Já que, para elas, é a primeira forma de se relacionar com o mundo e desenvolver habilidades motoras e cognitivas. E, neste contexto, o espaço delas é crucial. Por isso, ambientes que impulsionam a criatividade e o brincar livre ganharam ainda mais adesão em tempos de distanciamento, valorizando a essência do brincar.

“Muitos pais e mães puderam perceber que a casa pode ser um espaço fantástico de brincar”, conta a arquiteta Eduarda Corrêa. Segundo ela, principalmente neste momento, os lares ganharam novos desenhos e arranjos, focados também nas demandas da infância. E um dos principais pedidos é um local confortável e exploratório. “Espaços como brinquedotecas começaram a ganhar destaque nas residências. Fizemos recentemente um ambiente para irmãos (duas meninas e um menino) com dois andares visando impulsionar a criatividade, o brincar à vontade e, também, o gastar energia”. Para Eduarda, o espaço do brincar é um espaço de cura. “Na verdade, é mais do que um simples ambiente, é neste espaço do brincar que os pequenos conseguem ir se moldando, elaborando questões internas e o meio externo”.

A especialista reforça ainda que a leitura que as crianças fazem dos ambientes amplia as possibilidades de transformação dos lugares tornando-os multiuso.

Outro ganho fundamental do brincar são a construção e o fortalecimento de vínculos. “Que pai não deseja que os irmãos tenham uma relação harmoniosa e fraterna? Não há nada que dê certeza sobre isso, porém, o fato de criar laços quando criança por meio do brincar certamente garante a amizade e relacionamento na fase adulta. Por isso, ao criar ambientes que tenham irmãos, temos uma preocupação em estimular esta integração”.

Eduarda ilustra com um projeto que favorece o espírito de equipe, o trabalho conjunto, a tolerância com relação às diferenças e a paciência. “Brincar junto tem todos estes poderes e ainda estimula o sentimento de amizade entre os irmãos”.

Crédito: Divulgação

Fonte: Mão Dupla Comunicação

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar