Gerente comercial da Cyrela analisa mercado e aponta tendência de elevação de preços

O estoque de imóveis novos fechou o mês de março com uma queda de, praticamente, 20% no volume registrado no mesmo período do ano passado, segundo dados da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR). 
 
Segundo o gerente comercial da Cyrela, Henrique Penteado, dada a regulação dos mercados pela lei de oferta e procura, e, considerando a queda do estoque e lançamentos acentuada em período recente, o cenário tende a mudar completamente. "As opções de compra diminuem e os imóveis que estão sendo lançados levarão, pelo menos, três anos até que fiquem prontos", explica. 
 
Ainda de acordo com dados da Ademi/PR, no primeiro trimestre do ano foram lançadas em Curitiba, 554 unidades residenciais e comerciais -- número alavancado, principalmente, pelos lançamentos super-econômicos e econômicos --, praticamente o dobro se comparado com o levantamento do mesmo período do ano passado. 
 
"Lentamente o mercado imobiliário está sinalizando uma retomada e os lançamentos mostram isso, porém os novos empreendimentos chegarão ao consumidor com novos preços, atualizados com os impactos inflacionários de 2015 e primeiro semestre de 2016, por exemplo", enfatiza o especialista.
 
Penteado afirma que este é o melhor momento para comprar imóveis, principalmente aqueles que estão prontos. "Ainda há boas oportunidades de compra daqueles imóveis da safra de projetos que vêm de 2013 e 2014, em especial para aquelas pessoas que dispõem de recursos próprios para quitação ou uma boa quantia de entrada, o que, geralmente, deixa as negociações ainda mais atrativas", pondera. 

Foto: Divulgação
Fonte: IEME Comunicação