Notícias

Empresas se reinventam para prestar serviços remotamente durante a pandemia do novo coronavírus

De tour virtual em apartamentos decorados a pagamento por QR Code, o foco é usar a criatividade e a tecnologia para não perder o contato com o cliente

 

Com o rápido avanço do novo coronavírus no Brasil, muitos setores tiveram de encontrar soluções para não “fechar as portas” e continuar a oferecer seus serviços normalmente, mas de forma remota. Foi o que aconteceu com quatro empresas de diferentes segmentos, que se reinventaram e criaram meios para continuar atendendo seu público com qualidade mesmo que a distância.

A GT Building está usando ferramentas online para que clientes visitem os empreendimentos em tour virtual e até assinem contratos A GT Building está usando ferramentas online para que clientes visitem os empreendimentos em tour virtual e até assinem contratos GPAC – Redes sociais

 

GT Building, uma das maiores incorporadoras imobiliárias do Paraná, disponibilizou uma série de possibilidades ao consumidor, que não precisa esperar a pandemia passar para conhecer os empreendimentos. Sendo pioneira a implementar um sistema de atendimento remoto via computador ou aplicativo, a empresa consegue proporcionar por meio de vídeochamada e transmissão ao vivo várias funções que dão andamento à busca e à compra do imóvel ideal.

O sistema funciona da seguinte forma: o cliente preenche um formulário com nome e-mail e telefone, e esses dados são encaminhados a um especialista da empresa, que está conectado à mesma plataforma.

Após o cliente receber um link para realizar a vídeochamada com esse profissional, é iniciada uma transmissão em que o especialista apresenta os empreendimentos, envia materiais de apoio, expõe a tabela de preços simulando opções de financiamento e realiza um tour virtual do apartamento decorado. Se o interessado já quiser fechar negócio, é possível realizar a assinatura do novo imóvel por meio de contrato eletrônico.

 

 

 

 

Para conferir todos os detalhes dos empreendimentos, também é possível entrar em contato por meio de chat online, e-mail, telefone e WhatsApp. Mas, para quem precisa manter o relacionamento pessoal para retirar as chaves do novo imóvel ou realizar vistorias, por exemplo, a incorporadora encontrou uma alternativa. Seguindo de forma rigorosa as normas de higienização recomendadas pelos órgãos oficias de saúde, irá disponibilizar álcool em gel e cuidar para que distâncias seguras entre os envolvidos seja mantida, além de possibilitar visitas físicas apenas com agendamento prévio para que a demonstração seja individual e a fundamental higienização dos apartamentos seja realizada.

Quem também está apostando no meio virtual para manter suas atividades é a Cultura Inglesa, uma das principais escolas de inglês do Brasil. Atendendo às recomendações dos órgãos de saúde, a companhia passou a transmitir suas aulas por meio de videoconferência desde o dia 23 de março. Para que isso fosse possível, os professores que estão fora do grupo de risco passaram por uma capacitação para atender aos alunos nesse novo momento. Além disso, os estudantes estão recebendo atividades para realizar em casa com a família.

A Cultura Inglesa passou a transmitir suas aulas por meio de videoconferência desde o dia 23 de março Divulgação

Sem contato físico

Para evitar a manipulação de cédulas de dinheiro, usuários têm utilizado aplicativos de pagamento via QR Code para realizar compras. Uma empresa que oferece esse tipo de serviço é a Connecty Pay, sistema de gestão de pagamentos criado em Curitiba que disponibiliza essa funcionalidade em diversos estabelecimentos do Paraná.

Para utilizar a ferramenta da Connecty Pay, o cliente deve cadastrar seu cartão de crédito, acionar a função de pagamento por QR Code e fazer a leitura do código no estabelecimento Divulgação

Para utilizar a ferramenta, o cliente deve cadastrar seu cartão de crédito, de preferência no app, acionar a função de pagamento por QR Code, fazer a leitura do código no estabelecimento e, na sequência, realizar o pagamento. A casa comercial aprova a venda do usuário pelo sistema e envia o comprovante da transação por e-mail.

Tudo isso é feito de forma rápida e segura, pois o usuário não tem contato nenhum com dinheiro, nota fiscal e outras pessoas. Em alguns casos, como em postos de combustível, não é necessário nem sair de dentro do carro para efetuar o pagamento. Para facilitar ainda mais, a Connecty Pay disponibiliza a função ‘retire na loja’, que oferece aos usuários a possibilidade de comprar os produtos de estabelecimentos credenciados pelo aplicativo e passar no local apenas para fazer a retirada.

Já a Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo, tomou a decisão de fechar o salão de seus restaurantes no Brasil a partir de 23 de março.

Para simbolizar a importância do distanciamento social neste momento, o Méqui separou os icônicos arcos dourados de sua logomarca em uma imagem criada especialmente para as redes sociais DPZ&T

 

A rede informa que recomendou o fechamento temporário dos seus mais de 1000 restaurantes no país, atendendo aos clientes exclusivamente pelo Delivery, Drive-thru e, em algumas situações, pedidos para viagem, incluindo as lojas de rua. A empresa reitera ainda que está tomando todas as medidas de prevenção e proteção de seus funcionários, clientes e parceiros, reforçando seus protocolos de higiene e limpeza.

A companhia segue acompanhando dia a dia a evolução da questão no país, seguindo todas as determinações das autoridades sanitárias do Brasil e considerando todas as situações excepcionais. No início da semana, os tradicionais Uber Eats, Rappi e iFood já anunciaram a “entrega sem contato”, modelo em que os entregadores deixam os pedidos na porta, sem ter contato com o cliente.

Crédito Foto Destaque: Divulgação
A Connecty Pay criou um aplicativo de pagamento via QR Code para os usuários realizarem compras apenas com o celular
Fonte: Grupo Excom Comunicação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar