Lifestyle

Tendência das fechaduras digitais em apartamentos aposenta as chaves

Evolução tecnológica garante mais segurança e praticidade aos moradores

 

Sabe aquele chaveiro repleto de chaves? Cada uma com uma finalidade diferente, que te faz perder minutos preciosos do seu tempo? Pode começar a pensar na aposentadoria dessas futuras relíquias. Ficar preocupado se esqueceu a porta aberta ao sair de casa também é coisa do passado. Tudo isso porque a mais recente tendência nos empreendimentos verticais é a utilização de fechaduras digitais. A modernidade traz vários benefícios como a segurança, a praticidade aos moradores e, claro, o alívio ao peso na bolsa ou volume no bolso.

A tendência – que começa a ganhar força no Brasil – já é adotada em países como Estados Unidos, Japão e Suécia. Um dos empreendimentos que já prevê as fechaduras digitais nos acessos é o Maison Champagnat, da Thá, em Curitiba. O diretor de incorporação, Marcello Thá, comenta que a novidade estará presente em todos os lançamentos e entregas a partir de 2019. “A Thá busca constantemente novas alternativas que contribuam com a qualidade de vida dos moradores. A segurança, a modernidade e a praticidade impactam diretamente no modo de viver em um condomínio. ”

No caso do Maison Champagnat, a praticidade é possível graças a senha individual e intransferível de cada apartamento. A tecnologia permite que cada morador tenha autonomia para alterar a senha periodicamente, se assim quiser, e a certeza de que apenas pessoas de sua confiança terão acesso a ela. “A senha é uma das principais formas de segurança no mundo e a autonomia para modificar ou escolher garante a praticidade e confiança na tecnologia”, explica.

O diretor cita que a tecnologia tem sido um diferencial na decisão de compra. “Decidimos que todos lançamentos da construtora terão a tecnologia. Já conseguimos perceber nos empreendimentos em comercialização, como o Maison Champagnat, que as fechaduras digitais acabam influenciando o comprador na hora de escolher o empreendimento, essencialmente pela segurança da tecnologia e autonomia que ela oferece. No caso do Maison Champagnat, o empreendimento congrega o reconhecido padrão Thá de construção e é incorporado pela GT Invest”, completa.

Vantagens no dia a dia
A possibilidade de o morador trocar a senha quando quiser permite que alguém acompanhe algum reparo ou reforma e a senha seja alterada no retorno para casa. Ou, ainda, facilita a vida quando chegar em casa cheio de compras e precisar procurar pela chave no bolso ou na bolsa.

Um residente temporário no estilo Airbnb ou um hóspede? A tecnologia permite criar senhas temporárias ou ceder um chaveiro de aproximação. E para quem já ficou fora de casa com a chave para o lado de dentro a fechadura digital pode poupar tempo e dinheiro.

Já quando falamos de segurança a principal vantagem é o alarme antiarrombamento. Um sinal sonoro será emitido para qualquer tentativa de violação física ou após cinco erros de senha.

Crédito: Divulgação
Fonte: Excom

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar