Lifestyle

Clássicos Positivo traz Orquestra de Câmara de Viena a Curitiba

Com regência e piano de Stefan Vadar, orquestra faz apresentação única no Teatro Positivo, dia 5 de novembro

 

A Orquestra de Câmara de Viena, com Stefan Vladar (regência e piano), se apresenta no Teatro Positivo, em Curitiba, no próximo sábado, 5 de novembro, às 20h30. A atração faz parte da série “Clássicos Positivo”, lançada em comemoração aos 10 anos do Teatro, que promove um calendário anual de ações voltadas à música clássica, integralmente patrocinado pelo Grupo Positivo.

No programa, Stravinsky Concerto para orquestra de cordas em Ré maior; Mozart Concerto para piano Nº 12 em Lá maior, K. 414; Mozart Divertimento em Fá maior, K. 138 (125c); e Dvorák Serenata para cordas em Mi maior, op. 22.

Fundada em 1946 por Carlo Zecchi, o conjunto teve como estreitos colaboradores os regentes Yehudi Menuhin e Sándor Végh e, nos anos mais recentes, Christoph Eberle, Philippe Entremont e Heinrich Schiff, entre outros. Tem Joji Hattori como regente associado e, desde maio de 2008, é dirigida pelo pianista e regente Stefan Vladar, vencedor do Concurso Internacional de Piano Beethoven.

Com prestígio internacional estabelecido há muitos anos, a Orquestra de Câmara de Viena empreende constantes turnês internacionais e apresenta-se nos principais centros musicais da Europa. Os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro e no Diskingressos. A produção da turnê é assinada pela Dell’Arte. Em Curitiba, a produção fica por conta de Verinha Walflor. 

Orquestra de Câmara de Viena
A Orquestra de Câmara de Viena foi fundada em 1946. Ela teve, desde o início, como parceiros destacados, o maestro Carlo Zecchi e os regentes convidados Yehudi Menuhin e Sándor Végh. Mais recentemente foram seus regentes principais Christoph Eberle, Philippe Entremont, Ernst Kovacic e Heinrich Schiff. Desde 2004, a Orquestra de Câmara de Viena tem como regente convidado o maestro Joji Hattori. Em maio de 2008, Stefan Vladar assumiu como regente principal da Orquestra de Câmara de Viena. Com ele, a orquestra pôde voltar a definir claramente sua posição nos cenários nacional e internacional.

A lista de maestros, solistas e cantores proeminentes que se apresentaram com o conjunto demonstra a importância internacional da Orquestra de Câmara de Viena: Piotr Anderszewski, Martha Argerich, Rudolf Barshai, Lídia Baich, Cecilia Bartoli, Elena Bashkirova, Elisabeth Batiashvili, Teresa Berganza, Ian Bostridge, Rudolf Buchbinder, Joseph Calleja, Thomas Carroll, Gianluca Cascioli, Frédéric Chaslin, Karel Mark Chichon, Jurek Dybal, Richard Egarr, Adrian Eröd, Daniela Fally, Isabelle Faust, Adam Fischer, Dietrich Fischer-Dieskau, Ingrid Fliter, Reinhold Friedrich, Elina Garanča, Hélène Grimaud, Edita Gruberova, Friedrich & Paul Gulda, Theodor Guschlbauer, Clemens & Veronika Hagen, Viviane Hagner, Lynn Harrell, Heinz Holliger, Janine Jansen, Kiri Te Kanawa, Angelika Kirchschlager, Patricia Kopatchinskaja, Mark Laycock, François Leleux, Elisabeth Leonskaja, Oleg Maisenberg, Xavier de Maistre, Sir Neville Marriner, Viktoria Mullova, Anna Netrebko, Gianandrea Noseda, Ernst Ottensamer, Emmanuel Pahud, Vasily Petrenko, Günter Pichler, Thomas Quasthoff, Julian Rachlin, John Relyea, Vadim Repin, Fazil Say, Benjamin Schmid, Peter Schmidl, David Stern, Richard Stoltzman, Antoine Tamestit, Uto Ughi, Maxim Vengerov, Stefan Vladar, Radovan Vlatkovic, Jörg Widmann, Hanna e Bruno Weinmeister e Thomas Zehetmair.

A Orquestra de Câmara de Viena apresenta vários concertos no Konzerthaus de Viena. Além de receber as séries de Matinês e Premiados Internacionais, atua como convidada nos concertos da Sinfonia Clássica e Vozes na Sala Principal do Konzerthaus de Viena. Apresenta-se também como convidada nos principais festivais e salas de concerto do mundo. Dentre os vários compromissos internacionais importantes, inclui-se o convite para apresentar-se frequentemente em Princeton (Estados Unidos). A reputação internacional da Orquestra de Câmara de Viena é testemunhada por suas turnês mundiais e aparições regulares em virtualmente todas as principais cidades europeias.

Clássicos Positivo
Uma série anual de espetáculos da mais alta qualidade no Teatro Positivo (Grande Auditório e Pequeno Auditório), de Curitiba. Por meio do projeto, o Grupo Positivo reforça o seu posicionamento enquanto incentivador da cultura e da arte no Paraná, investindo na promoção e no desenvolvimento de novas plateias para a música clássica no estado. 

Stefan Vladar
Bem antes de completar 30 anos, o famoso pianista austríaco Stefan Vladar já havia vencido um importante concurso, se apresentado com alguns dos mais famosos regentes e orquestras na Europa e América, e registrado várias gravações importantes. Mas Vladar queria expandir sua área de atuação: atuou como diretor de vários eventos musicais e tornou-se maestro. Enquanto como regente suas escolhas de repertório favoreceram a Escola Alemã, como pianista executou várias obras de Dvořák, Bartók, Prokofiev, Stravinsky e Gershwin. Ao piano, atuou regularmente como recitalista, solista e camarista. Gravou para os mais importantes selos – aí incluídos Sony, Naxos, Harmonia Mundi, Camerata e Koch Classics.

O pianista austríaco Stefan Vladar – Crédito: Gregor Titze

 

Stefan Vladar nasceu em Viena em 1965. Começou com as aulas de piano aos seis anos, avançando rapidamente. Em 1973, matriculou-se na Academia de Música de Viena, onde seus professores mais importantes foram Renate Kramer-Preisenhammer e Hans Petermandl. Em 1985, tornou-se o mais jovem pianista a conquistar o 1º prêmio no Concurso Internacional Beethoven, em Viena. Não é de surpreender que sua carreira tivesse uma ascensão meteórica, levando-o a apresentar-se com as principais orquestras vienenses e europeias, sob a direção de nomes como Abbado, Ozawa, Marriner e Chailly.

 

 

Logo os interesses musicais de Vladar se estenderiam a outras áreas: em 1988, foi nomeado diretor artístico do Neuberger Kulturtage (um festival/seminário anual) na Estíria, Áustria, e, em 1999, tornou-se diretor artístico de um evento anual similar realizado em Kremsmünster, conhecido como Stiftskonzerte da Alta Áustria. No início dos anos 90, o pianista já havia realizado uma série de gravações altamente elogiadas, aí incluídas a Sonata para piano Nº 1 e as Quatro Baladas de Brahms, para a Sony, além do ciclo completo dos concertos para piano de Beethoven, para a Naxos. Em 2006, gravou um CD exclusivamente com peças de Schumann: Carnaval, Papillons e Faschingsschwank para a Harmonia Mundi.

Em 2002, Vladar aceitou a nomeação para regente principal da recém-formada Grosses Orchestre Graz, cargo que ocupou até 2006. Ao longo desse período, também dirigiu outras grandes orquestras européias, aí incluídas a Filarmônica de Stuttgart e a Orquestra de Câmara de Viena, sendo que esta última o nomeou regente principal e diretor artístico em 2008. Em 1999, Vladar passou a integrar o corpo docente da Universidade de Música e Artes Cênicas de Viena como professor de piano, o que nunca o impediu de apresentar-se frequentemente em recitais de música de câmara e em concertos orquestrais em muitos dos festivais europeus.

PROGRAMA
Igor Stravinsky
Concerto para orquestra de cordas em Ré maior

Wolfgang Amadeus Mozart
Concerto para piano Nº 12 em Lá maior, K. 414

INTERVALO
Wolfgang Amadeus Mozart
Divertimento em Fá maior, K. 138 (125c)

Antonín Dvořák
Serenata para cordas em Mi maior, op. 22

SERVIÇO
Orquestra de Câmara de Viena
Local: Teatro Positivo, Curitiba
Data: segunda-feira, 05 de novembro
Horário: 20h30
Preços:
Plateia superior: R$ 140,00
Plateia inferior: R$ 220,00
Ingressos promocionais: R$ 50 (não incidem outros descontos) – Limitado a 20% da lotação

Descontos:
50% Idoso, Estudante
30% de desconto no preço de inteira e não cumulativo com outras promoções ou descontos beneficiados por lei na compra de até 02 (dois) ingressos para o Clube Gazeta do Povo, válido somente para o titular do cartão.
30% site Dell’Arte: Desconto de 30% para compra de até 02 ingressos exclusivo para site Dell’Arte (mediante apresentação do email na entrada do teatro). O cliente pode imprimi-lo ou salvá-lo em seu celular. Desconto válido em todos os pontos de venda.

Vendas:
Aceitam-se cartões de débito, crédito e pagamento em até 3 parcelas com acréscimo. Não serão aceitos cheques. Ingressos já à venda na bilheteria do Teatro ou nos Quiosques do DiskIngressos nos Shoppings Mueller, Palladium e Estação, pela internet www.diskingressos.com.br ou por telefone DiskIngressos 3315-0808.

Crédito> Divulgação / Gregor Titze
Fonte: Central Press

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar