Indústria Imobiliária

Mulheres dominam há muito tempo o mercado imobiliário curitibano

Pesquisa da Rede Imóveis mostra que 65% dos colaboradores da área são mulheres, e cargos de liderança também são ocupados por elas

 

No mês da mulher, muito mais importante que parabenizá-las ou presenteá-las, é reconhecer a sua força, tanto como mulher, mãe, amiga e principalmente como profissional.

Em muitos setores do mercado de trabalho as mulheres ainda não ocupam cargos de liderança e, infelizmente, têm remuneração menor que a oferecida aos homens. Porém, no mercado imobiliário de Curitiba, a realidade é diferente e animadora para a força e valorização feminina.

Uma pesquisa realizada entre as associadas da Rede Imóveis, que reúne 12 das tradicionais imobiliárias de Curitiba, mostra que 65% dos colaboradores que trabalham tanto na área de vendas, como na de locação, são mulheres. E vai além, mais da metade dos cargos de liderança também são ocupados por mulheres. A começar pela presidência da Rede, que pela terceira vez consecutiva, tem uma mulher à frente da Associação.

“Muito mais que mulheres, somos pessoas e lutamos por um objetivo, que é a cada dia qualificar o mercado de trabalho em que atuamos. E como a maioria são chefes de família, queremos ser valorizadas e remuneradas sem preconceitos”, afirma Fátima Galvão, presidente da Rede Imóveis e diretora da Galvão Locações, que tem 87% de sua força de trabalho composta por mulheres.

Em outra empresa associada à Rede, a Cibraco, com mais de 75 anos de mercado imobiliário, as mulheres também são maioria. Elas representam 65% de colaboradores e tem como diretora de Marketing e Novos Negócios Diana Akelrud Camlot, que coordena o Marketing da Rede Imóveis. Para ela, a “presença feminina no setor representa todo o esforço, liderança e trabalho das mulheres que sempre estiveram na área. Estamos dando continuidade e reforçando o processo que há muito tempo vem sendo bem conduzido e que a cada dia precisa ser valorizado”.

Neusa Kutinskas, diretora executiva da Kondor Imóveis e ex-presidente da Rede Imóveis, avalia que essa maioria de mulheres que atuam no setor fazem a diferença no dia a dia, são comprometidas, e ganham espaço e reconhecimento no mercado de trabalho.

A Rede Imóveis obviamente valoriza todos os seus colaboradores, e acredita que é na força de trabalho do ser humano e no cooperativismo que estaremos construindo um Brasil melhor, com dignidade, empregos, desenvolvimento e qualidade de vida para todos.

Crédito: Divulgação
Fonte: Sandra Solda

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar