Indústria Imobiliária

Construtoras aderem a projetos sustentáveis em seus empreendimentos

87% dos brasileiros preferem empresas que praticam a sustentabilidade, sendo que 70% não se importam em pagar mais por estes produtos ou serviços

 

Pouca gente sabe a origem da palavra “sustentabilidade”, que vem do termo “sustentável”, que, por sua vez, tem sua origem no latim “sustentare”, cujo significado é sustentar, defender, favorecer, apoiar, conservar, cuidar. Por outro lado, muita gente prefere comprar de empresas sustentáveis: no início de 2019, uma pesquisa realizada pela agência norte-americana Union + Webster concluiu que 87% dos brasileiros preferem consumir produtos e serviços de empresas que praticam a sustentabilidade.

A pesquisa também mostra que 70% dos entrevistados não se importariam em pagar um pouco mais por estes produtos ou serviços. “Com as atuais taxas de desmatamento, a preocupação com o aquecimento global, a extinção das espécies e o esgotamento de recursos naturais, a população não quer mais saber de empresas que não dão valor ao meio-ambiente”, diz o diretor de engenharia da empresa, Roberto Júnior.

Sustentabilidade empresarial
Com um conjunto de políticas e ações econômicas e sociais responsáveis, a sustentabilidade no meio imobiliário busca minimizar os impactos negativos no meio- ambiente e na sociedade. Gerenciar os recursos de toda a sua cadeia produtiva, além de atuar de maneira transparente e responsável, é o desafio das construtoras. “Para nós, já é realidade adotar práticas, criar programas e ações que estabeleçam um padrão sustentável em nossos canteiros de obras e nas comunidades do entorno. Além de satisfazer nossos clientes, nos comprometemos com a melhoria do produto final e com a promoção de sustentabilidade e ações sociais”, afirma Roberto.

Ciente dos impactos socioambientais ocasionados por um canteiro de obras e acompanhando as tendências do mercado da construção civil, a Trisul adotou como política a preferência por canteiros sustentáveis e socialmente responsáveis. Para tanto, criou o Programa de Sustentabilidade das Obras (PSO), que tem como objetivo estabelecer um padrão sustentável em seus canteiros e nas comunidades do entorno.

O compromisso com o futuro está presente em cada empreendimento da Trisul — e desde o início da obra. A construtora reaproveita a massa respingada, faz destinação correta de latas de tintas, utiliza agregado reciclado e usa água de reuso para limpeza das obras. “Nossa meta é reciclar 80% dos resíduos de obra. Também promovemos a destinação correta de lâmpadas queimadas, fazemos a proteção de árvores da calçada, utilizamos redutores de vazão, realizamos a coleta seletiva com a comunidade e temos parcerias com cooperativas”, o diretor de engenharia.

Dentre as ações, merecem destaque: compra de materiais sustentáveis; controle do ruído; responsabilidade social e comunidade do entorno; educação ambiental e terreno sustentável. “Além disso, a Trisul conta com um sistema on-line de gerenciamento de dados para acompanhamento e geração de indicadores econômico-ambientais do uso racional da água, da energia e da gestão de resíduos em seus canteiros de obra”, conta Roberto.

Economia e redução de impacto ambiental
Criado na França e aplicado no Brasil pela Fundação Vanzolini, o processo AQUA, do qual a Trisul obtém certificação, tem como principal objetivo promover edificações que, durante sua construção, vida útil e desconstrução, gerem baixos impactos ambientais, garantindo sempre o bem-estar, a saúde de seus usuários e a viabilidade econômica dos empreendimentos.

Na prática os benefícios e vantagens são diversos. “Para nossos clientes é a garantia de mais conforto e saúde com economia de água e energia, economia nas despesas de condomínio como água, energia, limpeza, conservação e manutenção. A conscientização e o menor impacto na vizinhança e na sociedade, com redução das emissões de gases de efeito estufa e da poluição é também uma vantagem”, reconhece Roberto.

A valorização do empreendimento é outra vantagem. “Com a certificação e nossas políticas sustentáveis, obtemos um portfólio diferenciado no mercado, fazemos economia de recursos no canteiro de obra, construímos empreendimentos com alta qualidade ambiental, além do reconhecimento nacional e internacional”, conclui.

Sobre a Trisul
A Trisul está há mais de 30 anos no mercado. São mais de 200 empreendimentos, 20 mil clientes atendidos, o que corresponde aproximadamente a 2,5 milhões de metros quadrados de áreas, entre prédios entregues e os que estão em construção. Em 2007 a companhia abriu seu capital por meio de oferta pública de ações, mediante a adesão ao Novo Mercado da Bovespa.

Crédito: Divulgação
Fonte: Digital Trix

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar