Indústria Imobiliária

Arbo Cabral teve 40% das unidades vendidas no primeiro trimestre

O primeiro empreendimento que leva a assinatura solo da construtora MDGP já pode ser considerado um sucesso de vendas.

Localização, conceito e mais uma série de atributos podem justificar o sucesso de vendas do primeiro empreendimento que leva a assinatura solo da construtora MDGP, o Arbo Cabral, que já conta com 40% das unidades comercializadas.

“Por trás do Arbo há muito conceito e estudo, aliado a uma localização ímpar e um conjunto de profissionais que realmente tiveram uma enorme dedicação ao projetá-lo. Outro fator que contribuiu muito para o sucesso de vendas, é o atual momento do mercado imobiliário, que está reagindo e nos deixando muito otimista para 2018.” Ressalta Marlus Doria, diretor da MDGP.

De acordo com Doria, o sucesso de vendas e a pré-disposição da MDGP em oferecer ao cliente a possibilidade de personalizar grande parte de sua planta, fazendo com que cada uma das unidades seja ainda mais exclusivas, além da preocupação e empenho na execução de um residencial sustentável.

“São detalhes que fazem a diferença, há características das quais não passam despercebidas aos empreendimentos do segmento do qual podemos chamar de novo luxo, que é aquele que preza pelas experiências proporcionadas e demais características que vão muito além das frias paredes de mármore ou granito”, explica.

Sustentabilidade

O projeto do Arbo Cabral, que reúne o trabalho de José Smolka, Fernanda Cassou e do escritório de paisagismo Burle Marx, já foi feito para que o empreendimento cumpra as exigências do Selo Green Building Council (GBC) Brasil Casa, vertente brasileira da certificação internacional LEED e ainda vai além, pois as unidades já contarão com toda a infra estrutura para permitir a automação residencial e outros detalhes, como, por exemplo, pontos de carga elétrica para todas as vagas de garagem.

  • Imagens: Divulgação
    Fonte: IEME Comunicação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar