Indústria Imobiliária

Apartamento compacto é tendência do mercado imobiliário para os próximos anos

Com metragens a partir de 16 m2, D. Borcath se destaca no mercado e torna seus empreendimentos sucesso de vendas

 

Foi-se o tempo em que imóveis maiores e com muitas áreas comuns eram os mais desejados do mercado. Agora, a tendência é apartamentos mais compactos, com boa localização e com serviços oferecidos em um só lugar. Em Curitiba (PR), a Incorporadora D. Borcath vem apostando neste modelo e oferece ao mercado apartamentos a partir de 16 m2, que são sucesso de vendas.

De acordo com Douglas Borcath Filho, diretor da D. Borcath, os imóveis compactos têm a grande vantagem de terem um valor atrativo, sendo um excelente investimento para quem quer construir um patrimônio com maior liquidez ou, até mesmo, para quem pretende morar próximo de mais comodidades. Geralmente, estes imóveis têm melhor localização e outras funcionalidades acessíveis, como centros comerciais, supermercados, transporte público, entre outros. “Apartamentos de um dormitório são mais fáceis também de rentabilizar por meio de locação, utilizando aplicativos como o Shortstay, Booking.com e Airbnb”, explica.

De acordo com o índice FipeZap, desde 2012 a venda de imóveis de um dormitório cresceu mais de 35%, enquanto o de locação, desde 2014, aumentou em 33%. Com mais de 40 anos no mercado de incorporação, a D. Borcath vem apostando neste seguimento de imóveis compactos. Por exemplo, a linha Easy Life, que conta com cinco empreendimentos, conta com apartamentos a partir de 19 m2 e restam poucas unidades disponíveis para venda. “É um grande sucessos de vendas. Antes mesmo do fim das obras, já tínhamos empreendimentos com 100% das unidades vendidas, e, em alguns casos, antes do início das obras já tinhamos mais de 80% vendido”, ressalta Douglas Borcath Filho.

Compactos são tendência do mercado

Em grandes centros urbanos, como Nova Iorque, Londres e Tóquio, os apartamentos compactos são muito comuns. De acordo com estudo realizado pela Datastore, a tendência de apartamentos menores não vale apenas para as faixas de baixa renda. São muitos os fatores que contribuíram para esta mudança no comportamento do consumidor e os principais são o crescimento da mulher no mercado de trabalho, as famílias estão cada vez menores e a vida digital faz com que a circulação de pessoas dentro dos ambientes da casa diminua. Além disso, as pessoas querem investir em outras experiências como, por exemplo, viajar e conhecer outros lugares.

De acordo com Marcus Araújo, presidente-fundador da Datastore e é referência no setor, no futuro a tecnologia deve ganhar ainda mais espaço e afetar o a dia a dia das pessoas. “As pessoas começaram compartilhando fotos nas redes sociais. Depois vieram os compartilhamentos através da economia colaborativa e, na sequência, os aplicativos de transportes dominaram. Agora, isso está chegando dentro de casa. No futuro do imóvel, as áreas de convívio, inclusive as áreas de alimentação, serão para fora de casa”, afirma.

Marcus ainda explica que tanto solteiros quanto casais jovens valorizam apartamentos menores e para os próximos anos, até 2050, vamos ter apartamentos de 3 m2 – que já são uma realidade no Japão, fazendo com que as pessoas tenham interesse por este tipo de proposta. “Com apartamentos pequenos, e até compartilhados, as pessoas gastam menos em condomínio e IPTU. Significa gastar mais com outras experiências que as pessoas consideram mais valiosas”, complementa Marcus.

Projetos inéditos em 2019

Sempre oferecendo qualidade e inovação em seus empreendimentos, no início de 2019, a D. Borcath anunciou o lançamento de dois novos projetos em formatos inéditos: o Eco Medical Center, o primeiro Centro médico junto ao Hospital IPO, e o elysia, no formato de coliving, com o desenvolvimento das áreas comuns pelas empresas de design Commcepta e a execução doas obras do projeto com a CRON Engenharia. 

Sobre a D. Borcath

O Grupo D. Borcath iniciou sua trajetória no mercado imobiliário há 43 anos em Curitiba. De lá para cá, todos os empreendimentos foram concluídos com grande sucesso, se tornando negócios sólidos e seguros, como o Grand Hotel Rayon e a linha corporativa Opus One. Os empreendimentos da D. Borcath visam a sustentabilidade e a evolução urbana, contribuindo para a modernização da arquitetura da cidade e melhoria na qualidade de vida das pessoas. www.dborcath.com.br

Crédito: Divulgação
Fonte: Ieme Comunicação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar