Arquiteta do GetNinjas explica como levantar um imóvel verde e economizar energia elétrica

 

Construir casas sustentáveis já virou tendência nos Estados Unidos. Segundo uma pesquisa realizada em 2017 pela Associação Nacional de Construtores de Residências e a Dodge Data & Analytics, que entrevistou 342 construtores de imóveis unifamiliares e multifamiliares, 33% dos entrevistados afirmaram que a maioria dos seus projetos são verdes. No Brasil não é muito diferente.

Cada vez mais, as pessoas estão preocupadas com o meio ambiente e buscando formas de não esgotar os recursos naturais.

Pensando nisso, Iara Ferraz, arquiteta que atende pelo GetNinjas, maior plataforma de contratação de serviços do País, separou algumas dicas para construir uma casa sustentável, economizando o uso da energia elétrica ao utilizar matérias-primas e recicláveis. “Novos projetos podem ser planejados desde o começo usando os princípios da bioarquitetura, ramo que busca construir imóveis em harmonia com a natureza, com baixo impacto ambiental e custos operacionais reduzidos”, explica.

Confira:
– Priorizar o uso de técnicas construtivas sustentáveis, como a utilização de matérias-primas naturais e recicláveis, de fontes renováveis e que não possam ser aproveitadas integralmente;
– Os empreendimentos também precisam ser pensados para a manutenção sustentável depois de prontos, com planejamento da eficiência energética e tratamento adequado dos resíduos, por exemplo;
– Com a ajuda de um profissional adequado, é importante alocar as aberturas das edificações para melhorar a qualidade do ambiente interno, com especificação de esquadrias com vidros termo-absorventes e termo-refletores ou usando elementos decorativos, como protetores térmicos;
– Importante entender as posições das edificações em uma quadra, a relação entre um prédio e outro e a altura das edificações: o desenho urbano influencia no conforto térmico;
– Para segurar o calor dentro do ambiente, o ideal é intercalar o uso revestimentos quentes (tecidos, madeiras e papéis de parede) e frios (peças cerâmicas, tintas e vidros). Desta forma, o conforto térmico fica em equilíbrio em climas muito quentes;
– Pintura interna e externa com tintas claras, térmicas e refletivas para refletir a radiação solar, e tintas escuras, quando se quer absorver radiação e aumentar a carga térmica da edificação;
O uso da vegetação no entorno garante que uma parte da radiação seja absorvida antes mesmo de chegar à edificação. Pode-se trabalhar com espécies caducas (que perdem as folhas) para aquecimento durante o inverno e sombreamento no verão;
– O condicionamento artificial (aplicação de ar-condicionado ou aquecedor) para regulação da temperatura de uma edificação deve ser o último recurso a ser pensado e aplicado.

Sobre o GetNinjas
Disponível para Android, iOS e web, o GetNinjas (www.getninjas.com.br) é o maior aplicativo para contratação de serviços da América Latina. Em 2017, foi eleito pela Forbes Brasil como uma das empresas mais promissoras do Brasil. Em 2018, a startup foi listada no ranking das “100 startups to watch”, resultado de uma parceria entre as revistas PEGN e Época Negócios e a Corp.vc. Atualmente, possui mais de 200 tipos de serviços disponíveis, entre eles estão profissionais das áreas de reformas, moda e beleza, assistência técnica, serviços domésticos, aulas, eventos, entre outros. A empresa, que recebeu R$ 47 milhões de aporte de fundos como Monashees, Kaszek e Tiger Group, já está presente em mais de 3 mil cidades do Brasil, registra cerca de 2,5 milhões de pedidos de serviços ao ano, e conta com mais de 450 mil profissionais cadastrados. O GetNinjas foi fundado em 2011 por Eduardo L’Hotellier, que atua como CEO – à frente das operações.

Crédito: Divulgação
Fonte: Fala Criativa Comunicação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar