Eventos

Paraná debate a implementação da Logística Reversa

Aconteceu, em Curitiba, a 2ª edição do Seminário Paranaense de Logística Reversa.

 

Realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), em parceria com o Instituto Paranaense de Reciclagem (InPAR) e com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná (SEMA/PR), o evento reuniu empresários, industriais e profissionais da área de produção e meio ambiente para debater a Logística Reversa (LR). Abordando temas como economia circular, simplificações fiscais e tributárias, instrumentos econômicos, propostas de incentivos econômicos, entre outros, o encontro tinha como objetivo discutir as diretrizes para o setor industrial, resultantes das políticas estaduais e nacionais de gerenciamento de resíduos sólidos.

Nilo Cini Junior, presidente do Instituto de Logística Reversa (ILOG), Hélio Bampi, vice-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Antônio Carlos Bonetti, Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Paraná (SEMA / PR), e Rommel Barion, presidente do Instituto Paranaense de Reciclagem (InPAR).

Para Rommel Barion, presidente do Instituto Paranaense de Reciclagem, participar de um evento como este é de extrema importância, dada a preocupação com o meio ambiente. “É uma honra para o InPAR fazer parte da 2ª edição do Seminário Paranaense de Logística Reversa. Estar ao lado de nomes relevantes, debatendo os desafios e perspectivas para o setor industrial dentro de um panorama ambiental e da LR é de suma importância para promover um desenvolvimento econômico sustentável no estado”, comenta.

De acordo com Antônio Carlos Bonetti, Secretário Estadual de Meio Ambiente, o debate ocorre em um momento político oportuno. “Nós acabamos de concluir uma fase muito importante – a entrega do Plano Estadual de Resíduos Sólidos. Nele constam inúmeras informações que possibilitam o planejamento a curto, médio e longo prazo dos empresários. O Paraná ainda precisa avançar no que diz respeito à facilitação do licenciamento e, além disso, implementar, de maneira gradativa, um programa de incentivo fiscal que favoreça o aumento da adesão a Logística Reversa por parte das indústrias”, comenta.

Painel de abertura do 2º Seminário Paranaense de Logística Reversa, com Nilo Cini Junior, presidente do Instituto de Logística Reversa (ILOG), Hélio Bampi, vice-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Antônio Carlos Bonetti, Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Paraná (SEMA / PR), e Rommel Barion, presidente do Instituto Paranaense de Reciclagem (InPAR).

Ainda segundo Bonetti, a parceria entre o Estado e organizações como o InPAR, são imprescindíveis para que esse movimento continue crescendo. “É preciso trabalhar com parcerias fortes. O InPAR surgiu como uma possibilidade de fazer a ponte entre as partes envolvidas na questão da reciclagem e gerenciamento de resíduos. Unir o governo, os catadores e as indústrias será fundamental para o avanço do Paraná no que tange a Logística Reversa”, finaliza Bonetti.

Crédito das fotos – Arnaldo Neto
Legenda Foto Destaque: Rommel Barion, presidente do Instituto Paranaense de Reciclagem (InPAR), durante seu discurso no 2º Seminário Paranaense de Logística Reversa, ao lado de Nilo Cini Junior, presidente do Instituto de Logística Reversa (ILOG), Hélio Bampi, vice-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), e Antônio Carlos Bonetti, Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Paraná (SEMA / PR).

Fonte: Smartcom

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar