Artigos

Você sabe quais são os benefícios das lâmpadas LED?

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) praticou a bandeira tarifária amarela no mês de novembro passado. Isto gerará um custo de R$ 1 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos, significando uma redução em relação aos cinco meses anteriores quando a bandeira era vermelha. Mas, mesmo com a volta da bandeira amarela em novembro, o consumidor não pode re laxar na economia de energia elétrica.

Um dos fatores no aumento de energia são as lâmpadas utilizadas. Muitas delas ainda são incandescentes ou elétricas, que corroboram com o maior gasto de energético e aumento no consumo.

Para conseguir uma redução e ter maior durabilidade, as lâmpadas de LED (Light Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz) são as mais indicadas.

Para se ter uma ideia, elas proporcionam até 80% de economia de energia em comparação com as soluções de iluminação tradicionais e requerem o mínimo de manutenção devido à vida útil extremamente longa, podendo durar até 25 anos, se usado de duas a sete horas por dia.

De acordo com Rodrigo Travi, CEO da Ledax, fabricante de luminárias em LED de alto desempenho para clientes de médio e grande porte, o LED é ideal para estabelecimentos que precisam ficar com as luzes muito tempo ligadas. Além disso, seu uso proporciona iluminação eficiente e sustentável para ambientes como supermercados, fábricas, centros logísticos, shoppings centers, entre outros.

“O LED é um semicondutor que consegue converter energia elétrica em luz sem muitas perdas térmicas e, consequentemente, trazer mais economia para a conta de luz. Além do fator economia de energia, as luminárias LED também são muito mais duradouras, chegando a uma vida útil de mais de 60 mil horas de uso, diminuindo também o custo com trocas”, explica o empreendedor.

Além da economia e da vida útil, as lâmpadas LED têm outros benefícios:

Não aquece o ambiente – as lâmpadas de LED não emitem calor. Embora seu sistema esquente, os dissipadores que a lâmpada possui fazem com que sua emissão de calor seja minimizada ao máximo, sendo quase imperceptível;

Sustentabilidade – conseguem que mais de 98% dos seus materiais sejam descartados de forma simples e econômica, sem necessitar de tratamento especial. Sua longa vida útil evita trocas constantes e reduz a quantidade de material jogado fora;

Vida útil longa – enquanto os outros tipos de lâmpada possuem durabilidade inferior a 8 mil horas, o LED apresenta vida útil de, em média, 50 mil horas, ou cerca de cinco anos de uso ininterrupto;

Foco direcionado – o LED permite a emissão de luz direcionada. Assim, você pode criar efeitos de luz ou destacar ambientes e objetos, de forma a valorizar ainda mais o seu projeto;

Alta tecnologia – componentes com altíssimo rendimento, capazes de fornecer luz com intensidade suficiente operando com correntes intensas e com espectros que permitem obter a iluminação apropriada para cada aplicação.

Crédito: Divulgação
Fonte: Piar Comunicação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar