Arquitetura

Por que ter uma cozinha com ilha em casa?

Todeschini dá dicas para deixar a cozinha ainda mais charmosa e prática

 

A cozinha com ilha tem agregado valor, comodidade e muita elegância para as casas e apartamentos com projetos de ambientes integrados. Da mesma maneira que a varanda gourmet fez com os ambientes, trata-se de uma alternativa cheia de benefícios.

Que tal compreender o quanto esse espaço é conveniente para a recepção de amigos e familiares? Neste post nós vamos observar como é possível transformar a cozinha em uma extensão da sala de estar e de jantar!

Confira e inspire-se nas qualidades que reunimos para explorar todos os recursos — visuais e funcionais — de uma cozinha com ilha no seu lar.

O que é uma cozinha com ilha?

Por meio de uma casa planejada você faz com que a sua residência tenha a ver com você — e não o oposto. E é exatamente isso o que as cozinhas com ilhas têm gerado para os seus adeptos.

Afinal, sua composição integra um balcão solto, deixando a área ao redor livre para trânsito. Isso aumenta a sensação de espaço e gera facilidades para transitar entre a cozinha e a sala.

Não confundir, entretanto, com a cozinha com península, que é aquela cuja extremidade do balcão é conectada à mobília — um armário, normalmente — do cômodo.

Quais são os tipos de cozinha com ilha?

Com os balcões livres, você ganha em recursos para esbanjar criatividade na composição da cozinha. Pois essa área é bastante versátil, podendo ser utilizada para:

  • apoiar os utensílios de cozinha e itens decorativos;
  • ter o fogão e o cooktop — ou a pia — instalados nela;
  • gerar mais áreas de armazenamento, como armários e gavetas inferiores;
  • a realização de refeições, com banquetas espalhadas em torno do móvel;
  • ter um balcão refrigerado interno;

Dependendo da área útil à disposição, você pode combinar um ou mais elementos de acordo com a metragem da bancada. Como consequência, sua cozinha se torna um espaço multiuso e personalizado para se moldar às suas necessidades e objetivos.

Quais as vantagens de investir nesse tipo de projeto?

O principal aspecto que se observa, com uma cozinha com ilha, é a leveza que a sua concepção traz para o cômodo. As laterais livres fazem com que a perspectiva tradicional de cozinhas apertadas seja minimizada, pois existem mais áreas de trânsito.

Quem gosta de cozinhar em família também se beneficia disso, pois o balcão é uma área funcional para o preparo de alimentos, como destacamos. Algo que possibilita uma organização mais conveniente para os chefs caseiros.

Além disso, o projeto integra os ambientes e faz da cozinha uma área equilibrada entre o funcional e o social. Sem paredes dividindo-a das salas de estar e de jantar, a decoração ganha o seu estilo e se estende para um cômodo que era isolado, mas que agora está conectado às outras áreas de convívio.

Outros pontos qualitativos que devem ser considerados para convencer você de que a cozinha com ilha só tem a agregar ao conforto e elegância da sua casa ou apartamento:

  • o ambiente ganha ainda mais requinte e facilidades quando acompanhado de um projeto personalizado de móveis flexíveis e planejados;
  • a área se torna mais funcional, como um todo;
  • a cozinha com ilha dialoga bem com estilos decorativos clássicos e modernos.

Não há, inclusive, um aspecto negativo na cozinha com ilha. Atenção ao fato de que é uma personalização grande do cômodo e que vai despertar o interesse — e cobiça — de quem anseia por ter uma cozinha integrada aos outros cômodos.

O que se atentar ao construir uma cozinha com ilha?

Imagine, por exemplo, que você pretenda inserir na bancada o cooktop e o forno, deixando a pia na extremidade oposta. Isso vai demandar boa dose de planejamento para remanejar tubulações — como a instalação da coifa e o encanamento do gás para a ilha.

Por isso que esse tipo de reforma não deve ser feito sem, antes, levantar todos os aspectos estruturais — e não apenas funcionais — da sua decisão. Entre os principais pontos, destacamos os seguintes:

  • caso vá usar banquetas ou bancos ao redor da ilha, deixe um espaço interno mais aprofundado para acomodá-las sob a mobília, deixando a cozinha livre de passagem. Em geral, calcula-se a média de 20 a 30 cm de área interna para as banquetas;
  • o balcão costuma ter uma média de 90 cm de altura — diferentemente das mesas de jantar, que contam com 70 cm, aproximadamente;
  • as coifas ajudam a evitar que o aroma de suas experiências culinárias invada a sala. Isso demanda também o cuidado em realocar as tubulações (como o duto de exaustão) para direcionar a fumaça perfumada para longe dos ambientes sociais do seu lar;
  • atenção também às tubulações hidráulicas, quando necessário, para a pia;
  • pontos de energia contribuem com mais versatilidade para a sua cozinha com ilha. Ideal para o cooktop ou o uso de utensílios domésticos, como o liquidificador ou a batedeira — ou até mesmo uma adega instalada na parte inferior do móvel.

Outro ponto importante são as dimensões da ilha, que variam de acordo com o que você busca para o projeto.

No geral, a medida mínima é de 55 cm, se a bancada for utilizada apenas para as refeições. Caso os utensílios, como o cooktop ou a pia, estejam sendo considerados, pode-se acrescentar de 5 a 10 cm desse total para que o espaço possa ter mais de uma finalidade ao mesmo tempo.

Como você percebeu, esses itens são detalhes. No entanto, são características que fazem toda a diferença quando se tem um projeto previamente concebido e aprovado.

A cozinha com ilha é uma interessante alternativa para criar diferenciais exclusivos à sua ambientação — com elevado grau de personalização inspiradora de acordo com o seu estilo. Quando o projeto vem acompanhado de um planejamento complementar de móveis planejados, o cômodo adquire ainda mais elegância e versatilidade funcional.

Se você vinha namorando algumas ideias de cozinha com ilha para implementar na sua casa ou apartamento, compartilhe este post nas suas redes sociais e marque aquela pessoa que precisa de argumentos para iniciar, o quanto antes, essa reforma envolta em benefícios para o lar e os seus proprietários!

Crédito: Divulgação
Fonte: Visarplan

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar