Arquitetura

Estudantes de arquitetura reformam praça em Curitiba

O Largo José Knopfholz, uma praça escura e abandonada no Centro Cívico, ganhou vida com uma iniciativa do Sinduscon-PR (Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná). A entidade propôs um concurso aos estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Positivo. Os alunos vencedores, Luan Bobato Daldim dos Santos e Juliane Vitória Santana da Cruz, foram os responsáveis por idealizar um espaço moderno, seguro e sustentável para a população.

Para Luan, a oportunidade apresentou aos alunos a realidade da execução de um trabalho dentro do mercado de atuação. “Hoje vemos que o projeto fora do papel possui um processo totalmente diferente. Isso, sem dúvida, é algo que levaremos como um grande aprendizado para a vida profissional”, conta. O largo reinaugurado na última semana ganhou mobiliários de concreto e um jardim de chuva, que previne o local de inundações, além de iluminação.

Uma das juradas do concurso, Diacuy Fialho Crema, conta que o projeto se destacou por alinhar modernidade e sustentabilidade. “A proposta dos estudantes está muito bem alinhada com o conceito do prédio do Sinduscon Paraná na questão da certificação LEED – reconhecimento para construções sustentáveis. Ao mesmo tempo, apresenta uma solução arquitetônica com linguagem atual e moderna”, explica.

O projeto da nova praça alinhou modernidade e sustentabilidade Créditos: Daniel Castellano / SMCS

Para o presidente do Sinduscon-PR, Sérgio Luiz Crema, iniciativas como essa são benéficas a todos os envolvidos. “Da união de duas instituições, conseguimos fazer o bem para nossa cidade e ainda desenvolver o trabalho de futuros profissionais, que terão desafios como esse no dia a dia”, finaliza.

Os alunos vencedores, Luan Bobato Daldim dos Santos e Juliane Vitória Santana da Cruz, foram os responsáveis por idealizar um espaço moderno, seguro e sustentável para a população. Créditos: Diego Wladyka

Sobre a Universidade Positivo
A Universidade Positivo concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece mais de 50 cursos de Graduação presenciais, quatro cursos de Doutorado, sete cursos de Mestrado, mais de 190 programas de Especialização e MBA, sete cursos de idiomas e dezenas de programas de Extensão. A Universidade Positivo conta com sete unidades em Curitiba, uma unidade em Londrina (PR), uma unidade em Joinville (SC), além de polos de Educação a Distância (EAD) em mais de 50 cidades espalhadas pelo Brasil. Em 2018, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric.

Crédito: Daniel Castellano / SMCS
Legenda Foto Destaque: Um dos focos do projeto foi a iluminação, que trouxe mais segurança para os visitantes e moradores da região
Fonte: Central Press

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar